Agenda Sp360graus #15

em
cartaz oficial
cartaz oficial

31ª Bienal de São Paulo

“Como falar de coisas que não existem pode parecer, à primeira vista, um tema abstrato. Mas talvez valha a pena pensar no título da 31a Bienal de São Paulo como um dilema contemporâneo: como viver em um mundo em transformação permanente, onde as velhas formas – de trabalho, de comportamento, de arte – já não cabem e as novas formas ainda não estão claramente delineadas?”

Quando: de 6 de setembro a 7 de dezembro de 2014
ter, qui, sex, dom e feriados: 9h – 19h (entrada até 18h)
qua, sáb: 9h – 22h (entrada até 21h)
Fechado às segundas

 

Onde:Pavilhão da Bienal

Avenida Pedro Álvares Cabral, s/ nº – Portão 3, Parque do Ibirapuera
Parque Ibirapuera – Sul

Entrada gratuita

+infos

 

 SP na Rua no Mês da Cultura Independente

divulgação
divulgação

Ao todo serão vinte coletivos espalhados pelas ruas do centro de São Paulo a partir das 22h, apresentando muita música, intervenções, debates, encontros, sorrisos e animando a noitada.
segue a programação:

Boteco Pratododia
Onde: Esquina da Rua Direita com a Rua Bocaiúva.
O que é: Bar localizado na Barra Funda. Já criou até bloco de Carnaval.
O que ouvir: Afrobeats, brasilidades, funk, hip-hop.

CANiL_
Onde: Vale do Anhangabaú.
O que é: Ocupação dentro da USP.
O que ouvir: Diversos estilos em seis bandas, do jazz-improviso do Granado Hara Martins Trio ao Afro Hooligans.

Calefação Tropicaos
Onde: Rua 3 de Dezembro com a Rua 15 de Novembro.
O que é: Reunião festiva para celebrar a música popular brasileira.
O que ouvir: Forró, maxixe, samba, coco de roda e MPB (Música Psicodélica Brasileira).

Carlos Capslock & Mamba Negra
Onde: Buraco do Anhangabaú
O que é: Festa comandada pelo “hipocondríaco, designer de teclados e deformador de opinão”
O que ouvir: Downtempo, deep house e minimal.

Dubversão Sistema de Som
Onde: Praça Pacheco Silva
O que é: Soundsystem que segue o formato original jamaicano, com o propósito de levar música para as ruas.
O que ouvir: Dub, dub, dub e reggae.

Free Beats
Onde: Rua Paulo Egídio
O que é: Projeto inspirado pela cultura dos sounsystem jamaicanos.
O que ouvir: Dub, reggae e freestyle.

Laço
Onde: Praça do Patriarca
O que é: Performance, instalações e apresentações audiovisuais.
O que ouvir: estilos variados.

Liquidação
Onde: Rua 15 de Novembro
O que é: Uma festa para todos os fins.
O que ouvir: Eletrônica, experimental, karaokê intuitivo.

Matilha Cultural
Onde: Rua 15 de Novembro com Rua do Tesouro.
O que é: Centro cultural independente.
O que ouvir: Hip hop e black music.

Metanol
Onde: Rua da Quitanda com a Rua Penteado.
O que é: Coletivo independente de música eletrônica.
O que ouvir: Eletrônica do futuro.

Organismo Piknik
Onde: Praça do Patriarca
O que é: Coletivo que ocupa a cidade através da arte.
O que ouvir: Experimentações sonoras.

Palco Lâmina
Onde: Avenida São João.
O que é: Estúdio, com apresentação de DJs e bandas.
O que ouvir: Som eletrônico tropical e bandas de rock e groove.

Pilantragi
Onde: Praça Antônio Prado.
O que é: Coletivo criado para difundir a cultura nacional através da música.
O que ouvir: Música brasileira.

Sistema Negro e Convidados
Onde: Rua São Bento
O que é: Coletivo que discute o racismo, usando da música para criar consciência.
O que ouvir: Música, cultura e resistência negra.

Tenda do Queer
Onde: Praça do Patriarca
O que é: Espaço dedicado a questões LGBTQI. Um espaço de celebração queer.

Tsunami
Onde: Viaduto do Chá
O que é: Coletivo de bandas de rock.
O que ouvir: Rock.

Voodoohop
Onde: Largo do Café.
O que é: Coletivo artístico, de música, performance, psicodélico.
O que ouvir: Tropical, eletrônico, ritual.

Vaca da Galáxia
Onde: Praça do Patriarca
O que é: Festa que visa integrar as pessoas nas ruas com os integrantes do coletivo Yopará.
O que ouvir: Muito balanço.

Venga Venga
Onde: Vale do Anhangabaú
O que é: Festa que mistura o folclórico e o experimental.
O que ouvir: Gypsy, world music, balkan beat, eletrônico, cumbia, kuduro.

Ônibus Hacker
Onde: Vale do Anhangabaú
O que é: Laboratório sobre quatro rodas que reúne pessoas interessadas e ocupar as cidades com ações políticas.

 

Entrada Gratuita 

+info

 

divulgação
divulgação

Evento “Mulheres criativas”

“Mulheres Criativas”  um evento que vai promover a essência feminina através da arte! Com o objetivo de integrar as pessoas e a cidade por meio da arte, o evento  “Mulheres Criativas” reúne exposições, intervenções, arte urbana ao vivo, música, palestras e gastronomia.”

o evento tem como objetivo conectar as pessoas com a cultura através de um olhar feminino, contar histórias inspiradoras de mulheres criativas, valorizar novos talentos e artistas já consolidadas e trazer os brasileiros mais próximos dos nossos espaço culturais!

Quando: Dom 07/09 das 12:00 às 20:00

 

Onde: Casa das Caldeiras

Avenida Francisco Matarazzo, 2000

Água Branca

Entrada Gratuita

+info e programação completa

 

Exposição de Arte urbana “Entremeios 3”

arte por nick alive
arte por nick alive

“Você vai poder conferir obras de Vermelho, Nick Alive, Gen Duarte, Tikka Meszaros, OZI, Feik e Saramello. Muitos destes artistas são bem conhecidos do público por seus murais nas ruas da capital paulistana e outras grandes cidades do Brasil e exterior, mas nesta mostra será possível conferir suas produções e experiências em telas”

Quando: de 28/08 (Qui) a 27/09 (Sáb), das 09:00 às 20:00

Onde: PUC-SP campus Consolação

Rua Marquês de Paranaguá, 111
Consolação

Entrada Gratuita

 

 

fonte:catracalivre

Anúncios

o que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s